Universidade sedia Concordia Americas Summit para promover parcerias para impacto social

A conferência de dois dias – com líderes, especialistas e estudantes da Universidade de Miami em painéis envolventes – explorou tópicos do COVID-19 à influência da China na América Latina.



O Concordia Americas Summit – um fórum internacional de dois dias que reúne tomadores de decisão, agentes de mudança e influenciadores de vários setores com o objetivo de forjar parcerias para abordar questões críticas enfrentadas pelo Hemisfério Ocidental – foi inaugurado na quarta-feira no Centro Estudantil Shalala da Universidade de Miami e continua quinta-feira com mais um dia inteiro de painéis.

O presidente Julio Frenk deu as boas-vindas aos participantes junto com Eduardo Padron, presidente emérito do Miami Dade College, e Matthew Swift, CEO e cofundador da Concordia.

“À medida que a tecnologia torna o mundo menor, a colaboração se torna ainda mais vital”, disse Frenk, que descreveu o fórum como “um ponto de encontro de pessoas, ideias, geografias e culturas”.

Frenk destacou que os atuais e ex-chefes de Estado, líderes empresariais, servidores públicos, pesquisadores e ativistas presentes no fórum anual estavam enraizados em um vínculo comum e desejam “ver este hemisfério atingir todo o seu potencial”.

Swift expressou seu agradecimento à Universidade por devolver o encontro a Miami pela primeira vez desde 2016, quando foi lançado como um evento com foco regional.

“Houve uma flexibilidade e um pragmatismo em nossa parceria com a Universidade que é incrível e francamente precisava de mais. É muito impressionante e incrivelmente importante para a América Latina”, disse Swift. Ele enfatizou o modelo do fórum que oferece um espaço para líderes e tomadores de decisão do setor público e privado “se reunirem organicamente”.

Um painel no meio da manhã moderado por Norma Kenyon, vice-presidente de inovação e diretora de inovação da Miller School of Medicine, explorou como parcerias públicas e privadas – como a construção de painéis solares na Sierra Nevada de Santa Marta, uma cordilheira isolada no norte da Colômbia e outro usando caminhões de lixo para rastrear e compilar dados sobre crime e transporte – estão promovendo projetos de sustentabilidade ambiental e energia limpa, preservando o respeito às culturas nativas.

READ  Ex-CFO da Petrobras se junta à petrolífera brasileira Seacrest Petroleo

Na sessão “A crescente influência da China na América do Sul”, a professora de ciências políticas e especialista em China June Teufel Dreyer examinou como a Iniciativa do Cinturão e Rota da China produziu uma série de resultados variados. Dreyer destacou que a China tem usado investimentos em projetos de desenvolvimento para expandir a vigilância e coleta de inteligência, como na Venezuela com o “carnet de la patria” (um documento de identificação que inclui um código QR personalizado), e observou que Japão e Taiwan também estão muito mais ativo na região hoje.

Felicia Knaul, diretora do Instituto de Estudos Avançados das Américas e Assuntos Hemisféricos e Globais da Universidade, facilitou uma sessão sobre “Oportunidades e desafios de saúde no Hemisfério Ocidental”.

Knaul, economista da saúde e especialista em sistemas de saúde na América Latina, enfatizou que a pandemia do COVID-19 revelou enormes desigualdades em saúde na região e que as mulheres arcaram com o maior fardo de cuidar de suas famílias. Ela citou a necessidade de a região se envolver em parcerias intersetoriais onde as organizações de saúde devem trabalhar por meio de programas de combate à pobreza baseados na comunidade para fornecer serviços mais eficazes aos pobres.

Além disso, ela reconheceu que surgiram oportunidades da pandemia, como a telessaúde, e pediu que esses desenvolvimentos fossem ampliados.

Knaul observou que a grande maioria das pessoas que prestam assistência à saúde na região, tanto remuneradas quanto não remuneradas, eram mulheres e que a persistência dessa força de trabalho “mal remunerada, não reconhecida e explorada” é um dos principais contribuintes para a pobreza da região.

“Há uma tremenda necessidade de reconhecer o trabalho que essas mulheres fornecem e treiná-las para o trabalho remunerado sobre como cuidar de pacientes, especialmente para a crescente população envelhecida na América Latina”, disse Knaul.

READ  30 Melhor A Estrutura Da Magia para você

Frenk facilitou uma sessão da tarde focada em aprender com as lições da pandemia e o que precisa ser feito antes da próxima crise de saúde pública.

“O mundo está em uma conjuntura e, dependendo das decisões que tomarmos agora, podemos estar enfrentando outra crise e um problema estrutural de longo prazo, ou podemos aproveitar as lições da pandemia para construir, não uma nova, mas uma melhor normal para o futuro”, disse o presidente.

Jose Mas, CEO da Mastec, co-proprietário do time de futebol Inter Miami CF e administrador da Universidade, facilitou uma sessão da tarde com quatro estudantes-atletas universitários explorando como o esporte serve para fortalecer o engajamento dos jovens.

Mas conversou com Demetrius Jackson, que obteve graduação e pós-graduação e se destacou no time de futebol; Debbie Ajagbe, destaque no atletismo que recentemente obteve seu bacharelado e mestrado em engenharia mecânica; Lou Hedley, um estudante de mestrado da Austrália em seu quarto ano no time de futebol; e Karla Erjavec, originária da Croácia, que recentemente concluiu os estudos de graduação e está entrando em seu último ano de elegibilidade no time de basquete feminino ‘Canes’.

Os alunos-atletas enfatizaram como a prática de esportes, especialmente na universidade, expandiu seus objetivos e sonhos de vida e aumentou seu potencial para falar e defender os outros.

“Como mulher de cor, eu estava acostumada a ser a única na sala nas aulas de STEM e em tantos lugares”, disse Ajagbe. “Mas aqui na Universidade não sou mais o único. E aprendi a me apoiar nos outros e a começar a fazer comunidade e a usar as pessoas ao meu redor para me elevar – e a falar não apenas por mim, mas também para defender os outros.”

READ  30 Melhor Celulares Desbloqueados Samsung para você

Laurie Silvers, presidente do Conselho de Curadores da Universidade, encerrou o dia oferecendo uma visão geral das sessões explorando as questões mais urgentes da América Latina.

“Um tema ressoou por toda parte”, disse Silvers. “A única maneira pela qual podemos esperar garantir um futuro brilhante para nossa região é trabalhando juntos. Estou encorajado pela nossa experiência de hoje e confio que você compartilha o compromisso da Universidade de trabalhar em prol de soluções compartilhadas.”

Veja o transmissão ao vivo da Cúpula das Américas da Concórdia de qualquer lugar do mundo.


Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1SERGIPE.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
N1 Sergipe