Turnê na América do Sul será ‘momento crucial’ para a seleção da Escócia, avalia Grant Gilchrist

GRANT Gilchrist acredita que as próximas semanas na América do Sul serão “um momento crucial” para a seleção da Escócia, que tenta deixar para trás um decepcionante Campeonato das Seis Nações e começar a ganhar impulso para a próxima Copa do Mundo de Rugby.

O torneio na França ainda pode demorar cerca de 15 meses, mas o bloqueio de Edimburgo, nomeado capitão para a turnê de quatro semanas no Chile e na Argentina, acredita que a série de três testes contra os Pumas em particular marcará o verdadeiro início da contagem regressiva para isso.

Ainda faltam quatro Testes de Outono e as Seis Nações do ano que vem antes que os pensamentos de jogadores e treinadores possam se voltar totalmente para a preparação para a Copa do Mundo. No entanto, esta turnê, que começa com um voo para o Chile hoje à noite, será o único bloco de tempo substancial que a equipe terá juntos antes do verão de 2023. Se certas lições forem aprendidas agora – fora de campo e dentro – as obras do próximo ano devem progredir muito mais tranquilamente, segundo Gilchrist.

“Queremos começar nossa jornada para a Copa do Mundo a partir desta turnê”, explicou o jogador de 31 anos em Riccarton na sexta-feira, quando o time treinou juntos pela última vez antes de deixar a Escócia. “Vamos aprender muito com as Seis Nações.

“É bastante óbvio que começar uma vitória na Série de Testes na Argentina seria um grande impulso para o outono, jogando em Murrayfield com esse impulso atrás de nós. Será um teste incrível para nós e uma chance real para nos colocarmos no caminho certo para o outono, quando jogarmos com alguns dos melhores times do mundo – e depois as Seis Nações e a Copa do Mundo em pouco mais de um ano Tempo. É um momento crucial para o elenco e estamos muito empolgados para seguir em frente”.

READ  Bolsonaro, do Brasil, investiga associação entre vacina e AIDS

Gilchrist esteve envolvido em todas as três partidas da última vez que a Escócia fez uma turnê, capitaneando o time na vitória contra o Canadá, saindo do banco na derrota para os EUA e depois jogando desde o início na vitória convincente sobre a Argentina. Quatro anos depois, ele acredita que o fato de a equipe disputar três partidas contra o mesmo adversário proporcionará um tipo diferente de teste, e possivelmente mais valioso também.

“Para mim é emocionante, porque você pode vencer a série e não é um jogo único. Você vai jogar no mesmo time e há desafios diferentes nisso. Se você mostrar certas coisas no primeiro teste, terá que alterá-las, dependendo de como os jogos forem.

“Nós experimentamos um pouco com os jogos entre Glasgow e Edimburgo, quando você joga um contra o outro e começa a descobrir o que eles fazem e você tem que tomar decisões táticas diferentes. Mas acho que a maior coisa é a chance de vencer uma série em vez de uma partida de teste única. Isso é emocionante.

“Acho que a razão de estarmos lá por quatro semanas é que o jogo do Chile é uma oportunidade incrível para os caras jogarem pela Escócia e para os treinadores verem um jogo A contra um time que é mais forte do que as pessoas pensam”, continuou ele, referindo-se ao jogo em Santiago que inicia a turnê neste sábado. “Eu sei que as pessoas pensam que provavelmente será um jogo de rollover, mas eles venceram o Canadá recentemente.

“Eles são um bom time e será um bom teste para nós, nos preparando para a série de três testes contra um dos melhores times que você pode jogar. Certamente em casa, eles [Argentina] imaginariam-se contra qualquer um. Que desafio e é algo que vamos saborear.”

READ  AIEA e América do Sul usando ciência nuclear para combater a propagação da murcha do Panamá

Quando o técnico Gregor Townsend anunciou sua equipe no início do mês, ele disse que esperava que Stuart Hogg pudesse e estivesse disposto a retomar a capitania no outono, depois de ter sido omitido desta vez para lhe dar a chance de se recuperar de alguns problemas. lesões. Isso sugeriria que a elevação de Gilchrist é muito temporária – mas o próprio homem insistiu que não se preocuparia com essa possibilidade.

“Eu não olhei além disso”, acrescentou. “É uma grande honra ser chamado para capitanear este time. Eu nunca joguei uma série de três testes antes, então ser convidado para liderar um grupo jovem como esse é incrível para mim.

“Não vou olhar além desta turnê e garantir que, individual e coletivamente, coloquemos o pé direito em frente. O que acontece além disso não depende de mim.

“Sou experiente o suficiente para saber que você nunca sabe quando será sua última turnê ou sua última chance de jogar pela Escócia – não importa o capitão do time. Vou jogar todos os jogos como se fosse o último”.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1SERGIPE.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
N1 Sergipe