Reino Unido não reconhece vacinação na América do Sul

Rowena Rosa / Agência Brasil

Programa brasileiro de vacinação não está entre os programas aprovados no Reino Unido

Na semana passada, foi anunciado que o Reino Unido havia amenizado as restrições de entrada no país ao contornar o sistema de semáforos e passou a adotar uma única lista vermelha de países de alto risco, da qual o Brasil também faz parte. Já hoje (22), o governo britânico fez mudanças oficiais nas regras de viagens internacionais que entraram em vigor no dia 4 de outubro, não reconhecendo os calendários de vacinação de nenhum país na América do Sul.

Em outubro, para se qualificar como totalmente vacinado e com quarentena e testes adicionais na chegada ao Reino Unido, o viajante internacional deve estar em uma lista de países de não alto risco, de acordo com o governo britânico; e estar abaixo de um Programas de vacinação aprovados no Reino Unido, Europa ou EUA Pelo menos 14 dias antes da chegada com um curso completo de vacinas Oxford / AstraZeneca, Pfizer BioNTech, Modern ou Janssen.

Além de viajantes dos Estados Unidos e da Europa, os turistas nas circunstâncias acima são livres para vir da Austrália, Antígua e Barbuda, Barbados, Bahrein, Brunei, Canadá, Dominica, Israel, Japão, Kuwait, Malásia, Nova Zelândia, Catar. Arábia Saudita, Cingapura, Coréia do Sul, Taiwan ou Emirados Árabes Unidos.

Se o viajante se qualificar como totalmente vacinado, ele deve reservar e pagar por um teste COVID-19 de dois dias – a ser feito na chegada à Inglaterra; Preencha o Formulário de Rastreamento de Passageiros – a qualquer momento dentro de 48 horas de sua chegada na Inglaterra; Depois de chegar à Inglaterra, faça o teste para Kovid-19 até o segundo dia.

Pelas novas regras, este turista vacinado de países autorizados não será obrigado a: fazer o teste antes da partida, fazer o teste COVID-19 no país no dia 8; Em casa ou no local onde você ficará por dez dias após sua chegada à Inglaterra.

READ  Brasil ganha primeiro novo caminhão de bombeiros em 20 anos

Se o viajante estiver totalmente vacinado, mas não se enquadrar nas regras de imunização completa, ele deve cumprir as regras de não vacinado. Confira abaixo.

  • Faça um teste COVID-19 antes da partida – a ser feito três dias antes da viagem para a Inglaterra;
  • Reserve e pague os testes COVID-19 dos dias 2 e 8 – a serem realizados na chegada à Inglaterra;
  • Preencha o Formulário de Rastreamento de Passageiros – a qualquer momento dentro de 48 horas da chegada;
  • Quarentena em casa ou em local de permanência por dez dias;
  • Faça o teste para Kovid-19 antes do segundo dia e no oitavo dia ou após.

país vermelho
Para viajantes que chegaram a um país ou território na Lista Vermelha, como o Brasil, nos últimos dez dias antes da chegada, você só poderá entrar no Reino Unido se for um cidadão britânico ou irlandês ou se tiver o direito de residir no Reino Unido. . E, mesmo assim, você deve cumprir todos os requisitos aplicáveis ​​a viajantes não vacinados descritos acima.

Confira Site do Reino Unido com regras detalhadas.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário


Copyright © N1 Sergipe.
n1sergipe.com.br is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
N1 Sergipe