Pênalti retomado de Neymar ajuda o Brasil a manter um início de qualificação perfeito para o WC

Emitida em: Modificado:

Porto Alegre (Brasil) (AFP)

O craque Neymar marcou de pênalti novamente enquanto o Brasil mantinha seu início perfeito nas eliminatórias para a Copa do Mundo da América do Sul com uma vitória por 2 a 0 sobre o Equador na sexta-feira.

Richarlison deu a vantagem ao Brasil aos 64 minutos e Neymar selou a vitória nos acréscimos, mas somente depois de outra farsa do VAR.

O árbitro Alexis Herrera marcou inicialmente a cobrança de falta contra Gabriel Jesus, após contato entre ele e Angelo Preciado na área do Equador, a cinco minutos do final.

Mas depois de uma revisão interminável de quatro minutos VAR, ele mudou de ideia e concedeu uma penalidade.

Neymar gaguejou na corrida, mas o goleiro do Equador, Alexander Dominguez, não se deixou enganar e defendeu facilmente seu chute fraco.

O Equador estava então na outra ponta do ataque quando Herrera apitou e trouxe o jogo de volta para a invasão de Dominguez.

Neymar retomou o pênalti e dessa vez mandou Dominguez para o lado errado.

O final pastelão não pode mascarar uma vitória merecida do Brasil, que agora lidera a tabela de classificação por quatro pontos sobre a invencível Argentina, com o Equador em terceiro, dois pontos atrás.

Previsivelmente, o Brasil dominou a posse de bola com 75% de posse de bola no primeiro quarto de hora.

Mas não foi até 20 minutos que eles primeiro ameaçaram com Richarlison a milímetros de virar para casa um chute de falta de Neymar.

Momentos depois, Richarlison colocou Gabriel no gol, mas Dominguez saiu rapidamente para abafar o esforço.

O Equador exibiu seu físico normal, mas mostrou pouco da energia ofensiva que os viu marcar 13 gols nas últimas três partidas.

READ  Agência de notícias | ILLINOIS

Neymar em particular sentiu toda a força da abordagem muscular do Equador.

O Brasil pensou que tinha ido para a frente três minutos antes do intervalo, quando Gabriel converteu um cruzamento de Danilo de direita, mas o Equador foi salvo por um impedimento estreito.

Um minuto depois, Dominguez teve que se esconder atrás de uma longa distância de Neymar.

As chances do Equador eram poucas e distantes entre si, com o zagueiro Preciado disparando por cima de 20 jardas aos 58 minutos.

O técnico brasileiro Tite já viu o suficiente e trouxe o atacante Gabriel Jesus no lugar do volante Fred, que fazia sua primeira aparição pela Seleção desde 2018.

A mudança rendeu dividendos instantâneos. Depois que Domingiuez defendeu rasteiro de Neymar à sua direita, ele foi mal derrotado aos 64 minutos em seu próximo poste por um chute de Richarlison.

Era um trânsito de mão única e Marquinhos passou por cima do bar antes que Dominguez fizesse uma compensação parcial por seu golpe anterior, salvando baixo à direita para negar a Gabriel Jesus e bloqueando um chute de Gabriel com o pé.

Gabriel, cujo apelido é Gabigol, cabeceou longe de uma rede vazia após cruzamento de Richarlison em um contra-ataque relâmpago depois que Dominguez deu um dardo precipitado de sua área.

Mas o verdadeiro drama veio no final da partida, quando VAR mais uma vez roubou as manchetes.

O Brasil viaja para o Paraguai na terça-feira, enquanto o Equador recebe o Peru, antes do início da Copa América no Brasil em 13 de junho.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário


Copyright © N1 Sergipe.
n1sergipe.com.br is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
N1 Sergipe