Pelé: Planos para renomear estádio do Maracanã após o abandono de lenda brasileira | Notícias de futebol

O Rio de Janeiro abandonou os planos de renomear seu famoso Estádio do Maracanã em homenagem a Pelé na quinta-feira, após um clamor generalizado dos fãs.

A proposta oficial de dar o nome de Pelé ao campo que sediou a final da Copa do Mundo de 2014 e a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de 2016 foi vetada pelo governador do estado Claudio Castro.

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro votou no mês passado para chamá-lo de “Estádio Rei Pelé”, mas os fãs ficaram irritados com a retirada do nome oficial do estádio, Mario Filho, após o jornalista que fez lobby para que fosse construído na década de 1940.

A maioria dos brasileiros chama o estádio simplesmente de Maracanã, em homenagem ao bairro em que está localizado.

Imagem:
O atual nome completo do Maracanã é uma homenagem a Mario Filho, o jornalista que fez lobby para que fosse construído na década de 1940

Muitos críticos da mudança de nome também consideraram inapropriado renomear o icônico marco do Rio em homenagem a um jogador que nunca morou no estado.

Castro vetou a mudança depois que o parlamentar estadual que fez a proposta retirou seu apoio por causa dos protestos.

Entre os que lutaram contra o projeto estavam Gerson, companheiro de Pelé na seleção campeã mundial de 1970, e neto de Mario Filho. Gerson chamou a ideia de absurda.

Pelé, que completou 80 anos no ano passado, jogou no estádio várias vezes pelo Brasil e marcou seu milésimo gol lá em 1969, pelo Santos contra o Vasco da Gama, mas ele nasceu em Minas Gerais e viveu a maior parte de sua vida em São Paulo.

READ  Stéfani Bays fala sobre briga com JP Gadêlha e Mirella

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1 Sergipe