Os pais das meninas nigerianas sequestradas tentaram tirá-las da escola antes de serem transferidas

ABUJA, Nigéria – Dias antes de homens armados invadirem uma escola secundária no estado de Zamfara, no noroeste da Nigéria, e sequestrarem centenas de meninas, autoridades escolares e agências de segurança locais foram alertadas de um perigo iminente na cidade, especialmente na área onde a escola está localizada, de acordo com aos residentes.

Na sexta-feira, pistoleiros fortemente armados sequestraram pelo menos 315 meninas que estavam hospedadas na Escola Secundária Feminina do Governo, na cidade de Gangibi. Os homens armados chegaram em motocicletas por volta da 1h30, horário local, e levaram as meninas sequestradas até a floresta próxima, deixando os familiares das vítimas perturbados e ansiosos. Moradores disseram que “homens estranhos” estavam patrulhando a área da escola e intimidando membros da comunidade nas proximidades da escola dias antes dos sequestros.

De repente, vimos homens estranhos na rua [leading to the Government Girls’ Secondary School] “À noite, eles agem como se houvesse guardas”, disse Danlami Omar, que mora perto da escola, ao The Daily Beast. “Eles parariam os pedestres e perguntariam para onde estavam indo.”

Os homens ocuparam o bairro ao redor da escola por dois dias antes do acidente, assediando os transeuntes e pedindo aos moradores que alertassem os policiais sobre suas atividades.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1 Sergipe