O veneno da víbora brasileira pode se tornar uma ferramenta na luta contra a COVID, mostra estudo

SÃO PAULO, 30 de agosto (Reuters) – Pesquisadores brasileiros descobriram que uma molécula do veneno de um tipo de cobra inibia a reprodução do coronavírus em células de macacos, um possível primeiro passo em direção a uma droga para combater o vírus causador do COVID-19.

Um estudo publicado na revista científica Molecules este mês descobriu que a molécula produzida pela jararacussu pit viper inibiu a capacidade do vírus de se multiplicar em células de macaco em 75%.

“Conseguimos mostrar que esse componente do veneno de cobra é capaz de inibir uma proteína muito importante do vírus”, disse Rafael Guido, professor da Universidade de São Paulo e autor do estudo.

A molécula é um peptídeo, ou cadeia de aminoácidos, que pode se conectar a uma enzima do coronavírus chamada PLPro, vital para a reprodução do vírus, sem prejudicar outras células.

Uma cobra jararacussu, cujo veneno é usado em um estudo contra a doença coronavírus (COVID-19), é vista no Instituto Butantan em São Paulo, Brasil, em 27 de agosto de 2021. Foto tirada em 27 de agosto de 2021. REUTERS / Carla Carniel

Já conhecido por suas qualidades antibacterianas, o peptídeo pode ser sintetizado em laboratório, disse Guido em entrevista, tornando desnecessária a captura ou criação de cobras.

“Desconfiamos que as pessoas vão caçar o jararacussu pelo Brasil, pensando que vão salvar o mundo … Não é isso!” disse Giuseppe Puorto, herpetologista que comanda a coleção biológica do Instituto Butantan em São Paulo. “Não é o veneno em si que vai curar o coronavírus.”

Os pesquisadores vão avaliar a seguir a eficiência de diferentes doses da molécula e se ela é capaz de impedir que o vírus entre nas células em primeiro lugar, segundo nota da Universidade Estadual Paulista (Unesp), também envolvida no pesquisar.

READ  Danone anuncia certificação de site especializado em nutrição no Brasil

Eles esperam testar a substância em células humanas, mas não forneceram um cronograma.

O jararacussu é uma das maiores cobras do Brasil, medindo até 2 metros de comprimento. Vive na costa da Mata Atlântica e também é encontrada na Bolívia, Paraguai e Argentina.

Reportagem de Leonardo Benassatto; Reportagem adicional de Pedro Fonseca; Edição de Bill Berkrot

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário


Copyright © N1 Sergipe.
n1sergipe.com.br is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
N1 Sergipe