Lula mira meta flexível de superávit primário para substituir teto de gastos

SÃO PAULO, 7 de outubro (Reuters) – Assessores econômicos do candidato presidencial brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva estão analisando duas ideias principais para substituir um teto constitucional de gastos, incluindo uma meta flexível de superávit primário, disseram dois assessores à Reuters nesta sexta-feira.

Lula resistiu à pressão para estabelecer quais regras fiscais seu governo seguiria se ele fosse eleito no segundo turno de 30 de outubro contra o presidente Jair Bolsonaro.

Mas ele ressaltou que não manterá o teto de gastos, que só permite que os gastos do governo federal cresçam tanto quanto a inflação do ano anterior. Bolsonaro também disse que está analisando mudanças nessa âncora fiscal.

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

Lula e assessores de seu Partido dos Trabalhadores (PT) estão procurando maneiras de aumentar os gastos públicos para impulsionar o crescimento econômico, embora Lula só tome sua decisão após a eleição, disseram duas fontes do partido sob condição de anonimato.

Uma das propostas envolve o estabelecimento de uma meta de superávit primário com faixas para que o governo possa gastar mais em caso de retração econômica. Atualmente, a meta orçamentária primária é fixa, o que, segundo as fontes, impede que o governo adote ações anticíclicas.

“Se (a economia) desacelerar, você não tem meios para o governo agir”, disse uma das fontes.

Segundo as fontes, essa proposta é a opção preferida de Lula. Em declarações públicas, ele costuma repetir que o Brasil registrou superávits orçamentários todos os anos de sua presidência de 2003-2010, mas admite que o desenho de uma nova regra pode ser melhorado.

As fontes disseram que uma segunda proposta limitaria o crescimento dos gastos à inflação mais algum outro indicador não especificado para permitir um aumento real do investimento federal.

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

Reportagem de Lisandra Paraguassu, Redação de Marcela Ayres; Edição por Rosalba O’Brien e Marguerita Choy

Nossos padrões: Os Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

      Deixe uma Comentário

      N1SERGIPE.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
      N1 Sergipe