Latin expande presença de lítio no Brasil

A Latin Resources deu mais um passo à frente em sua ambiciosa caça à exploração de lítio no Brasil, expandindo sua propriedade no distrito altamente promissor do Vale do Bananal para mais de 5.350 hectares. O movimento mais recente segue resultados encorajadores de perfuração em seu Projeto de Lítio Salinas, que confirmou pegmatitos de espodumênio em toda a região com um grau de pico atraente de 3,22% de óxido de lítio.

A empresa adquiriu o arrendamento por meio do exercício de uma opção que incluía um pagamento em dinheiro de US$ 15.000 e a emissão de valor equivalente a US$ 15.000 em ações ordinárias da Latin. Pagamentos e opções adicionais também são devidos dependendo do valor dos recursos definidos pela futura perfuração.

A estratégia de exploração que está tomando forma no Brasil inclui uma grande campanha sistemática de perfuração sobre a área do projeto, à medida que a empresa avança em direção ao objetivo de entregar uma estimativa inaugural de recursos minerais. A Latin delineou um programa de perfuração de diamante de 25.000 metros que irá sondar todo o comprimento de ataque de 800 metros de pegmatitos com lítio de alto grau identificados. De acordo com a empresa, o recurso mineral continua em queda livre e em greve. As interseções de recursos minerais variam desde a superfície próxima até uma profundidade comprovada de cerca de 400m.

Estamos muito satisfeitos por ter exercido nossa opção de adquirir o imóvel Bananal 830.691/2017, garantindo 100% de propriedade da área onde estaremos realizando um extenso programa de perfuração de diamantes. Com base no que vimos até agora a partir dos resultados da atual perfuração de diamante inaugural, estamos muito confiantes de que este prédio contém um potencial significativo para pegmatitos de lítio de alta qualidade. A próxima fase de perfuração visa fornecer dados suficientes para permitir que a Empresa realize uma Estimativa de Recursos Minerais JORC caso os resultados continuem a ser favoráveis.

A contraprestação futura para a aquisição do imóvel inclui um pagamento de US$ 75.000 ao fornecedor em 12 meses, enquanto o fornecedor também reterá um royalty líquido da fundição de 3% sujeito a um contrato de royalties separado. Considerações adicionais de US$ 50.000 e US$ 50.000 equivalentes em ações ordinárias da Latin devem ser pagas pela Latin ao fornecedor se for definido um mínimo de 10 milhões de toneladas a 1,3% de lítio em qualquer recurso JORC.

READ  Centenas de jangadas dragando rio Brasil enquanto ambientalistas pedem o fim da corrida do ouro | Noticias do mundo

As ambições de lítio da Latin na América do Sul também galvanizaram sua base de investidores após um bem-sucedido aumento de capital de US$ 35 milhões no mês passado. Com dinheiro no banco, uma grande e crescente posse de terras e uma frota de sondas em andamento, a empresa certamente parece ter a parte entre os dentes no Brasil.

Sua empresa listada na ASX está fazendo algo interessante? Contato: matt.birney@wanews.com.au

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1SERGIPE.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
N1 Sergipe