Forças filipinas resgatam reféns indonésios e matam líder de Abu Sayyaf

O tenente-general Corlito Finlawan Jr. disse que Majan Sahidjuan, mais conhecido como Abu Mike, foi gravemente ferido em um tiroteio com fuzileiros navais na noite de sábado na cidade de Langyan, no sul da província de Tawi Tawi, e morreu mais tarde.

Ele descreveu Sahiguan como o mentor de muitos dos sequestros realizados pelo Grupo Abu Sayyaf, com sede em Solo, que também está envolvido em ataques a bomba e pirataria há décadas. Desde 2014, ele declarou sua lealdade ao Estado Islâmico.

“Estamos felizes por todos os reféns estarem seguros agora e também podemos neutralizar o notório Abu Mike e dois de seus companheiros”, disse Finlawan, comandante do Comando Militar de Mindanao Ocidental.

Sahiguan estava entre os cinco combatentes de Abu Sayyaf que foram para Tawi Tawi de barco de Solo, com as quatro vítimas indonésias sequestradas na quinta-feira passada.

O barco deles virou após ser atingido pelo maremoto, dando às forças do governo a oportunidade de resgatar três dos quatro reféns – Arizal Casta Miran, 30; Arsad Bin Dahlan 41. Andy Rizzwanto, 26.

E o quarto, Muhammad Khair al-Din, 15, foi encontrado pelas forças do governo na mesma vila onde ocorreu um tiroteio.

Os quatro reféns estavam entre os cinco indonésios sequestrados pelo grupo Abu Sayyaf em 17 de janeiro do ano passado, perto de Tampesan, na Malásia. Um dos cinco foi morto enquanto tentava escapar.

READ  Dez anos atrás, vi manifestantes derrubarem o regime brutal no Egito. Agora, suas esperanças de uma nova era de liberdade estão em frangalhos

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1 Sergipe