Empresa belga gastará US $ 455 milhões para criar “o porto mais moderno da América do Sul” – Notícias

A empresa de logística belga Katoen Natie assinou um acordo com o governo do Uruguai para investir US $ 455 milhões na transformação do Porto de Montevidéu em um centro comercial regional.

Em troca de uma extensão de 50 anos de sua concessão no Terminal Cuenca del Plata (TCP), a Katoen Natie construirá um pátio de contêineres de 22 hectares, 700m de parede de cais e dragará o canal de embarque do porto a uma profundidade de 14m.

Segundo Gerolf Annemans, chefe das operações da Katoen Natie no Uruguai, a expansão aumentará a capacidade da TCP de 1,2 para 2,5 milhões de contêineres por ano e criará “o mais moderno terminal de contêineres da América do Sul” com 12 a 15 estados pórticos de última geração e 50 porta-retratos.

Ele contou Jornal belga A Hora: “Temos um acordo com o governo uruguaio, que detém 20% da TCP, para investir mais US $ 455 milhões no terminal … Poderemos descarregar e carregar simultaneamente quatro navios porta-contêineres.”

A Katoen Natie foi formada em 1854 para administrar o porto de Antuérpia. Agora opera mais de 500ha de capacidade de armazenamento em 36 países, incluindo mais de 300 plataformas logísticas.

Ela abriu sua operação em Montevidéu em 2009, após investir US $ 250 milhões no terminal.

No entanto, a relação entre a empresa belga e as autoridades uruguaias nem sempre foi fácil. Depois de construir o TCP, as autoridades uruguaias abriram um porto rival, fazendo com que a Katoen Natie iniciasse uma ação judicial por US $ 1,5 bilhão em danos por violação do contrato de concessão.

As obras de extensão de Montevidéu devem começar imediatamente, disse o relatório.

Imagem: O porto de Montevidéu (Jimmy Baikovicius /CC BY-SA 2.0)

Leitura adicional:

READ  Cláudio Castro anuncia teste em massa no RJ e descarta bloqueio: 'Não fecharemos nada' | Rio de Janeiro

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1 Sergipe