Costa e Lima conquistam as duas primeiras vagas na Seleção Olímpica Brasileira de 2021

2021 ENSAIOS OLÍMPICOS BRASILEIROS

A primeira noite das seletivas olímpicas brasileiras de 2021 foi encerrada e agora conhecemos os dois primeiros membros da equipe olímpica de Tóquio 2020 do país: Guilherme Costa e Felipe lima.

Costa se tornou o primeiro qualificador da sessão para os Jogos na final do estilo livre masculino 400, quando conseguiu um 3: 45,85 para vencer a bateria. Aquela natação não foi apenas sob o padrão exigido da FINA A na prova de 3: 46,78, mas também foi mais rápida do que o recorde brasileiro e sul-americano da Costa na prova.

Com a natação, Costa se tornou o primeiro sul-americano a nadar abaixo de 3:46 no evento, tornou-se a primeira adição oficial ao elenco olímpico do Brasil e se tornou o 7º homem mais rápido do mundo nos 400 nado livre nesta temporada.

2 Jack
McLoughlin
FORA 3: 44,24 14/12
3 Florian
Wellbrock
GER 3: 44,35 04/10
4 Felix
Auboeck
OU 3: 44,51 04/08
5 Gabriele
Provérbios
ITA 3: 44,65 31/03
6 Marco
Por Tullio
ITA 3: 44,74 31/03
7 Martin
Malyutin
RUS 3: 45,92 04/03
8 Ryo
Nakajima
JPN 3: 47,00 04/03

Ver os 26 principais »

Apenas dois eventos depois, Costa juntou-se à lista olímpica por um jovem de 36 anos Felipe lima que ganhou uma vaga na equipe nadando um 59,43 100 nado peito. Essa natação ultrapassou o padrão de seleção de 59,93, o que significa que ele se tornou o segundo membro oficial do plantel.

Depois de terminar em terceiro na Seleção Olímpica Brasileira de 2008 para perder a equipe, Lima representou o Brasil nos Jogos de 2012 e 2016.

Junto com a qualificação de Lima, a outra história do peito 100 masculino foi que nenhum outro nadador conseguiu passar pelo corte de consideração. Certamente era possível que mais de dois homens atingissem os 59,93 exigidos, mas todos eles ficaram aquém.

READ  Escalação do Palmeiras: Abel segue treino de drone antes do clássico contra o Santos | Palmeiras

Finalista olímpico de 2016 no evento João Luiz Gomes Júnior foi o mais próximo ao atingir 1: 00.15 para o segundo lugar e Caio Pumputis não estava muito longe com 1: 00.25. Pedro Cardona estava um pouco mais longe, mas ainda dentro do alcance com 1h.37 de quarto lugar e co-finalista olímpico de Gomes em 2016 Felipe silva perdia com 1: 01.01 para o quinto lugar.

A “falta” mais decepcionante do dia foi Brandonn Almeida faltando o corte no 400 IM. Ele nadou 4: 14,54 em dezembro, o que teria sido rápido o suficiente para acertar o corte se repetido, mas foi apenas 4: 16,49 na final de segunda-feira.

Em sua entrevista pós-corrida, ele disse que “não sabe o que aconteceu” depois de fechar em 1: 00.24, que é mais lento do que seus intervalos normais de fechamento descansados ​​de 56 para meio.

Com um dia de corrida fora do caminho, os atletas terão mais 5 dias para defender sua vaga na equipe. As corridas recomeçarão na terça-feira de manhã com as preliminares às 9h30, horário local (8h30 EDT).

Lista Olímpica Brasileira após o primeiro dia

  1. Guilherme Costa: 400 estilo livre
  2. Felipe lima: 100 nado peito

Padrões FINA “A”:

CORTE DE HOMEM EVENTO CORTE DE MULHERES
22,01 50 estilo livre 24,77
48,57 100 m livre 54,38
1: 47,02 200 m livre 1: 57,28
3: 46,78 400 m livre 4: 07,90
7: 54,31 800 m livre 8: 33,36
15: 00,99 1500 m livres 16: 32,04
53,85 100 m costas 1h25
1: 57,50 200 m costas 2: 10,39
59,93 100 m peito 1: 07.07
2: 10,35 200 m peito 2: 25,52
51,96 100 m borboleta 57,92
1: 56,48 200 m borboleta 2: 08,43
1: 59,67 200 m medley individual 2: 12,56
4: 15,84 400 m medley individual 4: 38,53
READ  Apple multada no Brasil por remover carregadores da caixa do iPhone12

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1 Sergipe