Cobra Kai – Temporada 3

Na avalanche de reinicia, remakes e sucessores que inundaram Hollywood nos últimos anos, Cobra Kai talvez seja o que melhor entendeu como conciliar nostalgia e inovação. Sem grandes expectativas por ser uma produção de baixo orçamento da etiqueta Youtube Originals, a série de Kid Kid não apenas trouxe de volta seu elenco clássico, mas também introduziu uma nova geração e colocou em discussão o quão saudável é estar apegado ao passado. Para a terceira temporada, produção transferida para Netflix, e também ligeiramente sua abordagem da nostalgia. O resultado é o melhor lote de episódios até hoje.

Além do fato de ter se tornado um fenômeno das maratonas quando foi relançado por transmissão, a curiosidade pelos capítulos inéditos atingiu níveis extremamente elevados devido à tensa conclusão do segundo ano, com Miguel (Xolo Maridueña) entrando em coma após ser atacado por Robby (Tanner Buchanan) Assim, a trama percebe que precisa adotar um tom um pouco mais dramático, já que naturalmente senseis Johnny Lawrence (William Zabka) e Daniel LaRusso (Ralph Macchio) assumem a culpa pelos erros de seus discípulos.

Anteriormente, o programa já trabalhava a noção de que viver no passado, seja celebrando glórias ou lamentando fracassos, é algo que afeta suas vidas, mas esse evento traumático é uma força de mudança para eles. Johnny entende que foi um pai ausente para Robby e pretende compensar, mas está dividido por querer estar presente na recuperação de Miguel. Este impasse destaca a dificuldade de sensei em compreender como realmente “crescer” e atender às altas expectativas que você estabeleceu para si mesmo. A reverência de Daniel, por sua vez, soa quase o oposto, com a imaturidade de LaRusso – especialmente emocional – criando interrupções em sua vida pessoal e profissional. Há também a oportunidade de um encontro improvável quando os dois percebem que sua teimosia comum está presente em seus respectivos discípulos, condenados a repetir os mesmos erros e desafetos do passado.

READ  30 Melhor vogue para você

Às vezes trabalhando juntos, às vezes se mordendo (como sempre), o duplo faz uma verdadeira jornada de maturidade, mas isso não significa abrir mão de sua essência. Contra o que o vilão Kreese (Martin Kove), que busca força por meio da frieza e das emoções reprimidas, o desafio de Johnny e Daniel é crescer aceitando suas fraquezas e exaltando e melhorando suas qualidades – mesmo que o processo seja repensar ideias, noções e rivalidades passadas.

Se em temporadas anteriores Cobra Kai ele jogou com sua própria condição de viver à sombra da trilogia do cinema clássico, aqui há um esforço para argumentar que é necessário seguir em frente. O terceiro ano é o mais corajoso em como usa o passado dos personagens. Há mais retornos de atores nos recursos originais, especialmente de Karat Kid 2 (1986), mas seu uso sai de seu caminho para não se vincular ao fan service. Seja no amor antigo ou na rivalidade, os retornos exaltam a necessidade de evolução nos protagonistas, sem esquecer memórias e aprendizados, mas buscando a reconciliação e abraçando a imprevisibilidade do presente e do futuro.

É bom esclarecer que, de forma ainda mais dramática, o que surpreende é como a série apresenta esses elementos de forma orgânica, sem abrir mão do tom presunçoso e do estilo retrô cafona que a tornam tão única. Tudo continua conduzido com bom humor, autêntico no carisma e personalidade do elenco. Embora tenha algo de grande valor a dizer, raramente parece que Cobra Kai é ensinar algo ao espectador, que aprende junto com os personagens na tela.

Essa abordagem permite que temas mais sérios sejam abordados sem parecerem inconsistentes e agrega valor emocional ao entretenimento do programa, ao mesmo tempo que garante mais profundidade para todos. A raiva de Tory (Lista Peyton) é explorado por meio de sua situação familiar delicada, e a recuperação desafiadora de Miguel tem toques bastante trágicos. Até Kreese (Martin Kove), que sempre atuou como vilão do mal puro, ganha mais dimensão ao ter seus traumas na Guerra do Vietnã destacados em flashbacks, que explicam como ele se tornou aquele líder implacável. Mais do que nos outros anos, aqui é bastante comum começar um episódio engajado na trama, para homenagear as cenas de merda, e terminar com lágrimas nos olhos.

READ  30 Melhor Raízes Do Brasil para você

É perceptível que Cobra Kai cresce mais a cada ano devido ao carinho de sua produção. Com status de culto, o projeto deu a William Zabka e Ralph Macchio a chance de revisitar Kid Kid para novos looks e crie uma dinâmica sem precedentes a partir disso. Todo esse potencial é alcançado na terceira temporada, o que prova que é possível obter resultados ainda melhores a partir de pequenos ajustes no que já funcionou. Mesmo em meio a clichês e infinitas conveniências narrativas, o show continua ridiculamente divertido, e agora com seu enorme coração cada vez mais evidente.

De certa forma, faz muito sentido que esse seja o ponto culminante. Há alguns meses, o programa passava por uma pequena crise quando seu canal original, o Youtube, cancelou todos os seus alinhar de originais. Considerando que o produtor Sony Pictures Television ela já havia passado o terceiro ano quando foi forçada a procurar uma nova casa, é possível imaginar o desejo de cair lutando se fosse o fim, entregando pela última vez entretenimento de alto nível, uma jornada emocionante e um final arrepiante. Felizmente, tão bem entendido Netflix, 1 Cobra Kai nunca morre, e continue assim.

Cobra Kai

Em andamento (2018-)

Cobra Kai

Em andamento (2018-)

Criado por: Josh Heald e Jon Hurwitz

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1SERGIPE.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
N1 Sergipe