Cadence mais perto de reabrir antiga mina da Anglo American no Brasil

A Cadence deve investir US $ 2,5 milhões para ganhar 20%, depois US $ 3,5 milhões para mais 7% de participação na joint venture.

A mineração no Amapá foi suspensa e todo o seu quadro de funcionários foi demitido em fevereiro de 2015, quando o então proprietário Zamin pediu concordata no Brasil. Até então, ela havia produzido uma média de 6,1 milhões de toneladas de minério de ferro por ano.

Antes de sua venda em 2012, a Anglo American avaliou sua participação de 70% no Amapá em $ 866 milhões, que caiu para $ 462 milhões após um encargo de depreciação.

Na data de vigência do acordo de liquidação entre Cadence e Indo Sino, a empresa será proprietária de 99,9% do Amapá e do atual proprietário do porto DEV Mineração.

“No meu tempo trabalhando com projetos de commodities ao redor do mundo, raramente ou nunca vi um projeto de mineração interrompido com esse tipo de potencial”, disse o presidente não executivo da Cadence, Andrew Suckling, em comunicado. “O anúncio de hoje é um marco para o Amapá, tanto em termos de certeza para os funcionários da DEV, a comunidade em geral do Amapá e para os acionistas da Cadence.”

O projeto Amapá consiste em uma mina integrada, planta de processamento, ferrovia e porto privado.

Com base nos planos de mina históricos disponíveis e uma revisão de um consultor independente, o Amapá deveria ter uma vida útil de produção total de 14 anos e atingir 5,3 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, uma vez em plena capacidade.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário


Copyright © N1 Sergipe.
n1sergipe.com.br is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
N1 Sergipe