Buenos Aires Times | Covid-19 nas Américas: casos caem em vários países, mas mortes aumentam

O número de novas infecções por Covid-19 está começando a diminuir em vários países das Américas, mas as mortes aumentaram, principalmente em partes da América Central e do Sul, disse a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) na quarta-feira.

O escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que houve mais de 4,8 milhões de novos casos de Covid-19 e mais de 33.000 novas mortes nas Américas na primeira semana de fevereiro. Embora ainda “muito altos”, esses números representam uma redução de 31% nos casos e um aumento de 13% nas mortes em comparação com a última semana de janeiro.

Na América do Norte, novas infecções e mortes caíram nos Estados Unidos, Canadá e México, embora as hospitalizações tenham diminuído apenas nos dois primeiros países.

Novos casos também caíram na América Central, mas as mortes aumentaram quase 30% na região. O declínio nas infecções foi mais pronunciado em El Salvador (queda de 70%) e em Belize e Panamá, em mais de um terço.

A América do Sul também viu uma desaceleração nas novas infecções, com reduções pela metade na Argentina e no Peru. Mas as mortes por Covid-19 continuaram a aumentar, com aumentos de 9,4% na Bolívia para 42% registrados na Venezuela.

Além disso, um aumento nas hospitalizações foi observado na maioria dos países do Cone Sul, um aumento alarmante de 50% no Chile.

No Caribe, também foram relatados menos novos casos e mais mortes, exceto em alguns países. Na República Dominicana, por exemplo, as infecções aumentaram 88%.

A diretora da OPAS, Carissa Etienne, destacou o impacto da vacinação na redução de casos de doenças graves e mortes por Covid-19 em toda a região.

READ  O surto de Covid na Copa América no Brasil agora atinge os 50 casos

“Uma tendência se destaca: países com maior cobertura vacinal estão vendo menos internações e mortes em unidades de terapia intensiva”, disse ela em entrevista coletiva.

“Isso enfatiza a importância de expandir o acesso às vacinas, incluindo doses de reforço”, disse ela.

Segundo dados da OPAS, uma em cada quatro pessoas nas Américas não recebeu uma dose da vacina Covid-19.

‘Incerteza’

O declínio recente de casos sugere o fim da pandemia?

“A principal característica desta pandemia continua a ser a incerteza da sua evolução. E isso exige alguma cautela. Novas variantes de preocupação podem surgir e alterar completamente o perfil epidemiológico da Covid-19”, alertou Etienne.

De acordo com Sylvain Aldighieri, gerente de incidentes da OPAS, “provavelmente estamos na ladeira descendente de uma onda global causada pela Omicron”.

Omicron, a quinta variante de preocupação designada pela OMS desde que o vírus surgiu no final de 2019 (depois de Alpha, Beta, Gamma e Delta), geralmente causou casos menos graves, mas a transmissibilidade foi muito maior, então “ainda tem um impacto significativo “, disse o especialista.

“Se surgissem variantes adicionais, não podemos prever se seriam mais ou menos graves e transmissíveis, e essa é uma incerteza com a qual temos que lidar”, disse Aldighieri.

Etienne observou que, embora seja possível que o vírus que causa o Covid-19 “eventualmente” se torne endêmico, “isso pode levar alguns anos”.

“Infelizmente, esperamos ver novas epidemias ou grandes surtos, mesmo em áreas com alta cobertura de vacinação, especialmente onde as medidas de saúde pública e distanciamento social são relaxadas”, disse ele.

– TIMES/AFP

notícias relacionadas

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1SERGIPE.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
N1 Sergipe