Bindilatti do Bobsleigh-Brasil se divertindo no treinamento antes de sua corrida final

Olimpíadas de Pequim 2022 – Bobsleigh – Treino Oficial de 4 homens – National Sliding Centre, Pequim, China – 17 de fevereiro de 2022. Edson Luques Bindilatti do Brasil e companheiros em ação durante o treino. REUTERS/Edgar Su

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

YANQING, China, 17 Fev (Reuters) – O piloto brasileiro Edson Luques Bindilatti está se divertindo muito nos treinos antes daquela que será a última corrida de sua carreira olímpica de 20 anos e se prepara para guiar a próxima geração no esporte.

A equipe de Bindilatti estava fazendo seu quarto treino na quinta-feira antes do evento de bobsleigh de quatro homens, o final da competição de deslizamento no sábado e domingo.

Ex-atleta de decatlo, sua carreira no bobsleigh começou em 2000, quando Eric Maleson, fundador da federação de esportes de gelo do Brasil e seu primeiro piloto, o convidou para experimentar a primeira apresentação olímpica de bobsleigh da nação sul-americana em Salt Lake City em 2002.

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

Naquela época, Bindilatti nunca tinha visto gelo. Maleson disse a ele para assistir ao clássico da Disney de 1993 ‘Cool Runnings’ para aprender sobre o que é o esporte.

Agora com 42 anos, o piloto brasileiro estava curtindo os treinos para sua última corrida.

“Gosto muito de cada corrida, porque é minha última temporada olímpica”, disse ele após o treino.

“Bobsleigh é um esporte bonito e eu o amo muito. Não sei como me sentirei durante a corrida, mas meus caras estão tão fortes e preparados para esta competição. Estamos empolgados em fazer um grande resultado para Brasil.”

READ  Departamento de Estado anuncia vencedores do Programa de Visto de Diversidade

Embora a Alemanha tenha permanecido dominante em todos os eventos e pareça pronta para estender sua corrida no final desta semana, Bindilatti disse que houve progresso na abertura do esporte para mais países.

“Esse esporte precisa crescer mais para os países pequenos, porque você vê hoje a grande vantagem que os outros têm. Precisamos envolver mais países para esse esporte, dar mais oportunidades para mais atletas, mais pessoas e tornar esse esporte mais competitivo.”

Ele espera assumir essa missão depois da corrida, esperançosamente tornando-se técnico do Brasil ou de outros países.

Uma pista de empurrar também está sendo construída em São Paulo, onde outros países sul-americanos serão convidados a treinar, disse ele.

“A pista ainda não está terminada, precisamos de um pouco mais de dinheiro. Mas dia a dia, espero que em abril, vamos completá-la. Vamos ver.”

Erick Gilson Vianna Jeronimo, um dos quatro tripulantes, assumirá as rédeas do piloto a partir do próximo mês.

“Estamos empolgados. Ele é um cavalo para empurrar, vamos ver para o drive. Espero que tenhamos uma grande equipe para os próximos Jogos Olímpicos. Esses caras são jovens, espero que continuem pelo Brasil, esse é o nosso plano. “

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

Reportagem de David Kirton; Edição por Muralikumar Anantharaman

Nossos padrões: Os Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1SERGIPE.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
N1 Sergipe