ATUALIZAÇÃO 1 – Ministro da Economia, Guedes, concorda com proposta de dívida do Supremo Tribunal Federal

(Adiciona detalhes de pagamentos de dívidas concedidas em tribunal, comentários de Guedes em cartas de líderes empresariais)

SÃO PAULO, 30 de agosto (Reuters) – O ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, disse nesta segunda-feira que concorda com a solução proposta pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, para pagamento de dívida judicial do governo.

O Supremo Tribunal Federal propôs na semana passada que, em vez de pagar a dívida em prestações, o governo certifique-se de que o volume de pagamentos não excede o teto de gastos orçamentários. A proposta reduziria em cerca de 50 bilhões de reais (US $ 9,6 bilhões) o valor total que o governo teria de pagar no próximo ano.

Em vez de 89 bilhões de reais, o governo teria que pagar cerca de 40 bilhões de reais em dívida concedida em juízo no próximo ano.

Guedes disse que apoia a proposta do Supremo Tribunal Federal, após reunião com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Em declarações a jornalistas após a reunião, Pacheco disse que se encontrará com Fux na terça-feira para discutir a proposta. O presidente da Câmara, Arthur Lira, também estará na reunião, disse ele.

Anteriormente, o ministério havia proposto o parcelamento de todas as dívidas.

Guedes também comentou aos repórteres em carta aberta que empresários brasileiros cogitaram publicar críticas ao governo. Esperava-se que grupos de lobby representando fabricantes e bancos assinassem a carta.

Guedes disse saber que a carta ia “agredir o governo” e que desentendimentos entre os empresários fizeram com que a publicação fosse adiada.

Não ficou claro como Guedes sabia do conteúdo da carta.

A carta estava originalmente prevista para ser publicada na terça-feira e agora pode ser publicada na próxima semana, disse a presidente da Câmara, Lira. ($ 1 = 5,1936 reais) (Reportagem de Isabel Versiani em Brasília e Tatiana Bautzer em São Paulo Edição de Matthew Lewis)

READ  Produção de veículos deve parar por falta de insumos, afirma associação das montadoras - 07/12/2020 - Mercado

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário


Copyright © N1 Sergipe.
n1sergipe.com.br is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
N1 Sergipe