árbitro relata o que ouviu de Lisca e cartolas da América-MG

O árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva não teve uma noite fácil no estádio Independência, em Belo Horizonte, quando cruzeiro sobre o America-MG por 2 a 1 até a 25ª rodada do Série B Faz Campeonato brasileiro. No resumo, ele relatou uma série de conflitos e ofensas com o treinador Lisca e dois conselheiros do clube da casa.

A primeira confusão ocorreu aos 16 minutos do primeiro tempo, quando Silva expulsou Lisca, que não se conformava com o pênalti dado ao Cruzeiro momentos antes e que resultou no primeiro gol celestial.

“Depois de receber o aviso, o treinador foi expulso por gesticular com os braços e me ofender com as seguintes palavras: ‘Você pode comemorar o gol junto com a equipe deles, eles são maliciosos, você não tem vergonha’. Na sequência, aplaudiu a equipe de arbitragem com ironia, gritando ‘parabéns’ ”, relatou Silva.

O árbitro diz que mesmo depois de expulso, Lisca continuou a trabalhar para os árbitros.

“Depois de ser expulso, [ele] ele se sentou na arquibancada localizada nos fundos do banco de reserva da América. Ao solicitar sua saída, disse que não sairia do lugar onde estava e [questionou] quem o tiraria de lá. Afirmo que o treinador não falou durante o primeiro tempo e no segundo tempo ficou sentado no lugar reservado aos dirigentes do América, no topo das arquibancadas ”, escreveu.

O que já não era fácil piorou no final do jogo, com os assessores do América atacando os árbitros, segundo Silva.

READ  Sigmoid é eleita uma das empresas de crescimento mais rápido das Américas em 2022 pelo Financial Times

“Depois que o jogo acabou, quando a equipe de arbitragem estava indo para o vestiário do árbitro, o assessor da equipe da América, o sr. Anderson Racilan, veio em nossa direção, apontando com o dedo, e me ofendeu dizendo as seguintes palavras de forma ofensiva: ‘Você é um bastardo, um ladrão, um bandido, você merece uma bofetada, um juiz de várzea, um juiz de várzea , um juiz das terras baixas ‘. É importante também informar que o referido conselheiro foi contido pela equipe de segurança ”, escreveu.

“No ato contínuo, informo que o Sr. Marco Antônio Batista, também assessor da equipe do América, me ofendeu gritando as seguintes palavras: ‘Ele veio fazer o resultado e libertar Cruzeiro, gangue de ladrões, malandros’”, ele escreveu.

A vitória do Cruzeiro fez a equipe somar 31 pontos em 25 rodadas, ocupando a 15ª colocação e sete pontos do primeiro colocado na zona de rebaixamento. América-MG tem 44 e é vice-líder.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1SERGIPE.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
N1 Sergipe